“Produto midiático” é desenvolvido pelos acadêmicos de Jornalismo

25 06 2008

O produto midiático é um programa desenvolvido pelos acadêmicos de jornalismo a partir do quinto período na disciplina de Telejornalismo II. O projeto inicial começou a ser produzido voluntariamente pela primeira turma do curso em 2002.

O desenvolvimento do produto possibilita aos acadêmicos passarem por todas as etapas do telejornalismo, como: produzir matérias, apresentar o programa, ser cinegrafista e aprender edição.

O produto midiático é produzido a partir das discussões entre acadêmicos e professor no início da disciplina. Após elaborado uma linha editorial para o programa, que são as idéias da turma, o que vão trabalhar durante o programa, como: entrevistas, matérias, crônicas, debates; o programa começa a ser gravado.

O primeiro produto levou o nome de Almofada. Em seguida veio Preto no Branco, Diferente, Palavras com Café, Lado B e o que está sendo gravado agora é o Destilado. Esse último programa é bem descontraído, com reportagens bem elaboradas e aprofundadas sobre diferentes assuntos. Tem também as crônicas que são apresentadas uma por programa.

O Destilado conta com a participação de um convidado para a entrevista que fala um pouco sobre a sua vida, comenta sobre a reportagem e a crônica exibida.

A professora de telejornalismo, Ilka Goldschimit, auxilia na produção do programa e diz que o produto é de grande valia para os acadêmicos: “O produto midiático de TV representa para os alunos a possibilidade de criar, de produzir e veicular um programa jornalístico da maneira mais experimental possível. É um momento ímpar no ensino de telejornalismo, porque a partir desta experiência o futuro jornalista vivencia todas as etapas de produção desde a definição da linha editorial, do formato, do cenário, da vinheta, a produção (com reportagens, bancada e edição final) até o que é fundamental para o trabalho jornalístico que é o retorno do público – o feedback”.

O produto midiático sempre teve espaço de 20 minutos e é veiculado pela TV Unochapecó no canal 15 da TV a cabo. O programa Destilado ainda não foi ao ar mas será exibido: das 12h às 14h; das 19h às 21h e das 23h à 1h da madrugada.

Bruna Deitos e Fernanda Dreier apresentando o programa Destilado

Anúncios




Seminário de Atualidade 2008

25 04 2008

O VII Seminário de Atualidade de 2008 encerrou com a participação da jornalista Cláudia Lago com o tema da palestra: “O ethos romântico do Jornalismo percebido pelo cinema”. Cláudia é professora da Universidade Anhembi Morumbi, junto aos cursos de Rádio e TV, Cinema e Jornalismo.





Seminário de Atualidade 2008

24 04 2008

“Obras que disseram o Brasil”. Esse foi o tema do terceiro dia do Seminário de Atualidade do curso de Jornalismo. A palestra foi realizada por Paulo Seben que é professor de Literatura Brasileira da UFRGS.





Seminário de Atualidade 2008

23 04 2008

Hoje, no VII Seminário de Atualidade de Jornalismo a palestra foi realizada por Sérgio Santeiro, sociólogo e professor de cinema da Universidade Federal Fuminense. 





Seminário de Atualidade 2008

23 04 2008

O Seminário de Atualidade 2008 do curso de Jornalismo iniciou ontem, 22, com a participação de Maurício Monteiro, professor de música brasileira em Pós-Graduação do Conservatório Musical do Brooklin.





Atenção: Expocom!

17 04 2008

Atenção acadêmicos do curso de Jornalismo. As excrições para o Expocom estão disponibilizadas no site www.unicentro.br/expocomsul2008. Até 30/04, o valor é R$40,00 e até 15/05, R$ 50,00. O Expocom acontecerá de 29 a 31/05. Estes valores são por conta do acadêmico.

Transporte e hospedagem

Até o dia 19/04 estarão disponíveis no site da Unochapecó as inscrições para o transporte e hospedagem para o Expocom. O valor é de R$ 160,00, dividido em duas vezes no boleto. Mas atenção! Estás parcelas só poderãoser efetuadas se o acadêmico fizer a inscrição até o dia 19/04. As parcelas serão cobradas nos boletos do mês de maio e de junho.

O que é o Expocom?

O Expocom é uma exposição que reúne a produção de pesquisa experimental realizada em todas as escolas de comunicação por estudantes de graduação, supervisionados pelos respectivos professores, nas habilitações Cinema e Video, Editoração, Jornalismo, Publicidade e Propagando. Rádio e TV, Relações Públicas e congêneres. Há uma etapa inicial, eletrônica, que envolve as escolas de comunicação, que postam seus trabalhos selecionados internamente, e um corpo de jurados formados por professores e profissionais de todo o Sul do País. A segunda fase ocorre presencialmete, durante o Intercom Sul 2008, quando os finalistas de cada  categoria fazem uma apresentação das peças finalistas diante dos jurados. Os vencedores de cada categoria são conhecidos no último dia do Intercom Sul.





Teorias do Jornalismo

17 04 2008

O professor Jorge Arlan de Oliveira Pereira, que ministrará a disciplina de Teorias do Jornalismo, defende-a como muito importante para a construção do acadêmico no âmbito do curso e da profissão. “Para o jornalista, é essencial ter noções teóricas sobre o Jornalismo. Assim poderá fazer reflexões e análise das informações colhidas e uma maior compreensão do proprio curso”, comenta.

Para isso o objetivo é estimular a consciência em relação aos conceitos e práticas do jornalismo, a fim de que os acadêmicos estejam em condições de compreender as teorias existentes. Eles devem sentir-se motivados para compreender o relacionamento de correntes teóricas tradicionais com novos estudos, analisar a atuação dos meios de comunicação de massa, realizar leituras e pesquisas no campo jornalistico, reconhecer as transformações em áreas como tecnologica-informaconal, midiáticas e produção de artigos científicos.

A disciplina avaliará o aluno com base na produção de artigos científicos e também através do desempenho nos seminários de apresentação de trabalhos.